sábado, dezembro 08, 2007

'Não faça aos outros...


...O que não quer para si mesmo!'

Uma das mais fortes premissas que se deve levar ‘ao pé da letra’!
Ponderar atitudes, ações precipitadas perante si mesmo, perante as pessoas!
A língua ferina não percebe o quanto pode magoar o outro. Fala o que pensa, o que sente, sem colocar-se no lugar do outro!

Observe as conversas das pessoas de um modo geral, onde quer que você vá, o assunto é sempre uma terceira pessoa, e na maioria das vezes... ‘Falando mal a respeito da mesma’!

As pessoas erram, todos erram... É um aprendizado constante, cabe a cada um absorver, filtrar o que é bom ou ruim para si mesmo, para o seu crescimento pessoal!

Está nas mãos de cada um como reagir à ‘acusações, decepções, surpresas desagradáveis sobre o outro’!

Quanto mais ênfase se dá ao negativo do outro, quanto mais você comentar sobre uma atitude de seu desagrado sobre o outro, mais ainda você entra numa atmosfera contrária ao Bem, mais ainda você se contamina com palavras que machucam, esquecendo ou até mesmo desprezando o Ser Interior do outro e o Ser dentro de você!

Repetir palavras de ‘decepção’, alegando estar surpreso sobre o comportamento do outro... De que serve?
Que lição você deve aprender?
Quando se sabe que tudo o que acontece na vida de cada um é mérito exclusivamente da própria pessoa!
Quando se sabe da lei da atração, dos semelhantes que se atraem!
Qual a lição de tudo isso?

O que seria mais útil? Refletir sobre a situação, a ‘surpresa da suposta decepção sobre o outro’? Tentando compreender o momento confuso do outro! Ou comentar, falar para todos sobre tal comportamento?

Leituras e leituras de livros sobre a vida, sobre o comportamento humano, sobre a Centelha Interior, de como funciona a vida, sobre as Leis do Universo, sobre erros e acertos, quando na hora da prática, a pessoa age justamente de maneira inversa?
Quando ao invés de silenciar o ‘defeito’ do outro, ao invés de usar de compaixão, ao invés de tirar uma lição sobre cada situação, permite ser invadido por ‘leva e trás’, por comentários maldosos, prolongando momentos desagradáveis, mal entendidos?

Teorias!
Apenas isso e nada mais.

Você pode ler mil livros, fazer mil pesquisas sobre o comportamento humano, sobre o outro... Mas se não consegue colocar em prática tudo o que ‘aprendeu’, será mesmo que vale a pena tanta leitura? Tantos ensinamentos?
De que adianta tudo isso?
Quando você se depara com uma real situação, onde é preciso aplicar tudo que aprendeu, e não consegue isto fazer, permitindo que o veneno de línguas ferinas roube sua paz de espírito?

Onde está a lição?
Onde está a compaixão?
A compreensão?
O seu aprendizado?
Qual a recompensa de deixar bem claro para o outro que alguém lhe magoou? Decepcionou?
Será mesmo que foi tudo assim?
Será mesmo que foi o outro que lhe decepcionou?
Será mesmo que você está sendo justo, julgando a atitude do outro?
Você tem o direito de julgar?
De comentar a vida alheia?
Diz ler sobre a vida, diz compreender a vida em seu contexto geral, diz amar o outro de verdade... Mas não consegue compreender de fato a atitude deste, seria mesmo amor de verdade tal comportamento? No primeiro ‘deslize’ do outro atirar mil pedras e denegrir a imagem deste com maldosos comentários?

Pare! Pense e reflita!
O que você fez para contribuir com tudo isso?
Por que será que os outros ‘lhe decepcionam’?
Por que será que os outros ‘lhe magoam’?

O verdadeiro amar, o amor incondicional não julga, não critica, não impõe comportamentos.
Coloca-se no lugar do outro docemente e estende a mão em todos os momentos, inclusive nos momentos mais desafiadores!



A hipocrisia reina soberba no coração dos que se julgam superiores, nos corações que acusam, condenam, criticam... Dizem entender as Leis do Universo, dizem compreender o outro, dizem amar de verdade, mas num ‘momento de fraqueza’ do outro, categoricamente afirmam: ‘amo... Mas...!

No amor de verdade não existe ‘mas’. Ele ama e ponto! Aprende junto, cresce junto, está ao lado principalmente nos piores momentos.
Quem somos nós para colocar alguém no banco dos réus?
Quem somos nós para afirmar que o outro está errado?
Quem somos nós para dizer: ‘que conduta mesquinha, que absurdo, que decepção...’?
Cuidado! Amanhã você pode estar no lugar da pessoa que está sendo julgada por você. E então? O que irá fazer?
As pessoas são injustas? Incompreensivas?
Qual será sua reação?

Aprenda de uma vez por todas que a VIDA É UM CONSTANTE APRENDIZADO, em cada atitude sua e do outro, em cada segundo de sua vida você pode tirar uma lição. Mas mantenha seu coração puro o suficiente para a compreensão, pois é Lei a grande verdade: ‘NÃO FAÇA AOS OUTROS O QUE NÃO QUER PARA SI MESMO’.


Se nem isto você consegue fazer, se não consegue colocar em prática todos os livros que leu, jogue-os fora. De nada servem, a não ser para fazer volume na sua mente, pois se aplicar estas verdades é tão difícil para você, pare de tentar ‘entender’ o outro. Tente entender e sentir primeiro a si mesmo, este é o real caminho para a compreensão da Vida!
E tenha a humildade de reconhecer um erro, tenha a humildade de calar o defeito do outro, pois você não é perfeito, você não está imune de erros, equívocos, desentendimentos.
Pense nisso!


Dica de livros:

Anjo Aprendiz: Gênice Suavi

Alegria e Triunfo: Lourenço Prado.


Obs: Leia, mas coloque em prática, não deixe somente na teoria!




Muito obrigada
Um beijo
Gênice.

6 comentários:

Amarilis disse...

Gênice, NÃO FAÇA AOS OUTROS... Ai é que está a verdadeira SABEDORIA.
É aonde entra um gesto equilibrado, ou um silêncio, isto é,temos que por em prática o qto somos equilibrados , ou pensamos ser, e sabermos a hora em que o silêncio fala mais alto!!
Parabéns!! como te disse uma vez, é como uma oração do nosso dia a dia, pois a oração nescessita de equilibrio e de silêncio!!
Um grande beijo.

Vilmar disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vilmar disse...

Vilmar disse...
princesa..desta vez vc foi fundo bateu na ferida,eis ai o grande erro de todos e como vc diz o amor é incondicional,não julga não impõe,condições,o defeito que encontramos nos outros e nosso próprio defeito refletido,e antes de atiramos a primeira pedra devemos olhar para traz pra ver onde nós erramos,não se planta espinhos pra colher rosas,

parabéns pela colocação espero que todos reflitam, com carinho suas palavras e as coloquem em prática.
fazendo nossa parte ja é um bom começo...

teu fã n1

te amo meu apego rsrsrsr

Anônimo disse...

OIIIIIIIIIII eu com o sua fã number one adorei e adoro tudo que vc faz e escreve meus parabéns e muito obrigada NIC.

Mah disse...

não tenho palavras para este post.... estou num momento decepcionante com alguem por tantas palavras duras... e penso que esse texto pode sim me ajudar de alguma forma... são palavras muito sábias... e quero lê-lo por diversas vezes, sempre que necessário!
Obrigada

Anônimo disse...

Naum faça aos outros o q vc naum quer q te façam é um texto de Mateus 7:12