sexta-feira, abril 27, 2007

'Desenvolvendo a Personalidade'!

Desde a mais tenra idade, em todo ser humano desperta a idéia de ser apreciado. Na verdade é por isto que ele mais anseia – ser apreciado.
Não importando o status que possui, não importando o estilo de vida que o mesmo leve, todos, sem exceção buscam por apreciação.

Por mais que seja seguro ou inseguro, o encanto da vida está em ser apreciado ao menos pelos que dizem amar.

A raiz dos problemas pessoais está justamente na falta da auto-apreciação. Quem se deprecia caminha para o abismo da solidão. Sem ao menos perceber afasta-se pouco a pouco de todos os seus e principalmente de si mesmo. O que é fatal para a construção de uma personalidade sadia.

Uma personalidade construtiva e positiva é fator fundamental para uma vida feliz.
Sendo ela bem desenvolvida e desbloqueada, encara os desafios com a mente aberta e firme perante tais.
Tem consciência de que quanto mais desenvolver a mesma, novos obstáculos surgirão. Cada nova descoberta da vida é um convite a melhorar-se passo a passo.

No entanto, o amadurecimento psicológico surge lentamente e não através de ‘golpes do destino’, como alguns sonhadores e inseguros pensam. Ao contrário, ela cresce, se fortalece gradativamente conforme os desafios apresentados.

Estes desafios devem ser considerados como estímulos para encontrar a harmonia pessoal. Tornando-se uma pessoa centrada e equilibrada. Apoiando-se em si mesma nos momentos mais conturbados.

E a ‘força’ que até então escondida estava, desperta aos poucos, de acordo com ‘os solavancos’ que a Vida lhe dá!

Questões familiares: a base de uma família segura e harmoniosa, contribui para o equilíbrio da formação de uma personalidade.
Questões econômicas: que podem induzir a um suposto complexo de inferioridade, o que não necessariamente seria o motivo de uma personalidade desestruturada.

Na raiz de toda personalidade existe o caráter, que por mais dificuldades que possa vir a enfrentar, este saberá contornar as situações confusas e contraditórias de sua vida, de maneira equilibrada, tendo a consciência que cada novo passo na vida, que cada novo desafio, o conduzirá à libertação.

A libertação de si mesmo! Aprendendo que não são os problemas em si que impedem um bom desenvolvimento da personalidade, mas sim, a ‘forma como estes são encarados’. A reação que se tem diante de tais dificuldades.

Reações contrárias e desequilibradas distorcem o que poderia ser uma personalidade equilibrada.
Reações observadoras e positivas despertam uma personalidade firme e forte que poderia estar até então adormecida.

Porém, há sempre presente um mecanismo de auto-preservação. Um ‘freio’ que o indivíduo cria inconscientemente, tentando ‘fugir’ de algumas realidades.
Mesmo tendo consciência de que possui uma personalidade bem estruturada e altamente desenvolvida, este mecanismo pode impedir o seu progresso.

Visto que nega alguns valores em si mesmo, ou seja, a coragem do principio pode tornar-se em medo.
O seguir adiante, pode tornar-se em fuga.
O que era a sede da vida por buscar mais e mais pode ser confundido com: ‘qual o sentido da vida’?

Momentos cruciais em que novamente a personalidade é ‘testada’ por si mesma.
Tendo como base as experiências do pretérito, de suas dolorosas reminiscências, que resultaram em constantes pensamentos sombrios, travando novamente a si mesmo.

O equilíbrio entre a mente, o espírito e o corpo, fortalecem esta personalidade ‘já formada’. Tendo consciência de que tudo faz parte: a dor, o medo, a angústia, a alegria, a felicidade, a perda e a vitória. Depende de cada reação o entendimento de cada nova etapa que a Vida lhe mostra. Depende de como este ‘decide reagir’.

E através desta reação caminhar para o sucesso pessoal, encontrando a felicidade de estar em si mesmo, sendo tão somente o que ele é: ele mesmo.

Uma personalidade firme, mas ‘leve’. Com ‘freios, ’ mas livre. Com dúvidas, mas segura de si. Com perdas, mas com novas conquistas.
Com desafios e dificuldades, mas com a consciência de que tudo isso forma um Todo, que é uma personalidade apreciada por si mesma, apreciando os outros e sendo apreciado pelos mesmos... ‘Estando em si mesmo cada vez mais’.

No centro do desejo humano está a necessidade de ser apreciado, portanto, ‘aprecie-se’ para ser apreciado.
Ame para ser amado. Solte para sentir-se livre. Viva para sentir a Vida...







Com carinho.

Gênice.

Muito Obrigada.

4 comentários:

Cláudia disse...

Palavras muito sábias as suas.Se soubessemos o quanto somos amados pelo nosso Criador, apaixonariamos-nos por nós e nossos semelhantes a cada instante.Eu estou nesse processo de me amar cada vez mais, e tenho percebido que é contagioso.E bom... muito bom mesmo...bjo no teu coração.

Edith Veiga disse...

muito gostoso ficar aqui no seu cantinho lendo o que escreve voce é uma pessoa muito especial que sua quarta feira seja plena de felicidades uma grande e apertado abraço

emylyak disse...

Assunto abordado de maneira esclarecedora.Leitura gostosa.
Faço minha as palavras das minhas duas antecessoras.
Muito bom ficar no seu cantinho.
Beijos no seu coração.

Anônimo disse...

É muito bom ouvir palavras como essas naquelas horas que você mais precisa. Parabéns pelo seu conhecimento, porque ele não é conquistado que nem qualquer coisa, como dinheiro. Para conquistar o conhecimento, você tem que ser você mesmo, e o conhecimento te liberta, abre sua mente e suas ações. Isso foi fácil para você, percebe-se que você é uma pessoa maravilhosa, que sua vida seja tão linda quanto suas palavras! Um abraço.