terça-feira, junho 19, 2007

O que consome os Relacionamentos?

O que consome os Relacionamentos?

No início de todo relacionamento existe o respeito, o carinho e a consideração para com o outro.
Levemente se conduzem, respeitando cada um seu espaço.
E pelo fato de o outro ser leve, ser amável e ‘livre’ é que encontram o encanto, é que encontram uma agradável presença.

Envolvem-se! Passam a sair juntos, passam a dividir ainda mais sensações.
Tudo vai bem. Tudo flui.
Mas, em determinado momento, algo começa a acontecer!

O que era leve a princípio passa a ser um pesado fardo!
O que era agradável passa a ser desagradável.


Obviamente depende de quem ‘cede’ aos caprichos do outro.
E quando se está envolvido com alguém, lógico que se fazem necessárias ‘algumas mudanças’, o ritmo muda, a vida muda, mas, nada que deva impedir o outro de sua liberdade de ser! Afinal, o ‘jeito todo especial’ do outro é que atraiu para si tal companhia.

Depois de um certo tempo, o que poderia continuar sendo ‘leve’, agradável, torna-se sufocante.

E o que torna um relacionamento sufocante?

A Cobrança!

Absurdas cobranças. Alguns até querem medir o amor do outro, o que é algo impossível de se fazer. É ultrapassar o limite do outro, não faz sentido. Cada um tem seu jeito de amar. Cada um dá o que tem!

Exigem um comportamento diferente, tentam restringir a real maneira de ser do outro, o ‘ciúme excessivo’ começa a corroer o relacionamento, cedendo espaço para a desconfiança e a insegurança.
O que antes era leveza, agora é algo ‘torturante’!

Por que agir assim? Se a princípio o outro se apaixonou justamente pelo jeito de ser do outro?
Como querer mudar a Essência de uma pessoa?

Impossível. Um ‘molda-se’ ao outro se estes se permitirem. Mas ao mesmo tempo, vão perdendo a individualidade sem perceber.
Por outro lado, isso só acontece quando um cede. Num relacionamento, sempre um é mais inseguro que o outro, ou seguro até demais, a ponto de pensar que o outro jamais iria deixar de atender um pedido seu, referente à ‘exigências em nome do amor’!

Começam as discussões, as desconfianças, a incansável cobrança... Julgando ser o ‘dono’ do outro, julgando que o outro é sua ‘propriedade’!

Isso é triste! Pois além de consumir a própria personalidade, agride o bem viver de ambos. Transformando um amor que poderia ser belo, num ciclo vicioso de cobranças.

Lágrimas! Dores! Acusações! E por fim, separações.

O saber amar o outro é fundamental para um bom relacionamento. Respeitando seu espaço, respeitando a sua privacidade, respeitando a sua individualidade. Não se pode ‘atropelar’ os sentimentos do outro em ‘nome do amor’. Não se pode afirmar que o outro lhe pertence, pois ninguém é de ninguém.

E com o passar do tempo, ambos percebem que foi um engano. Na verdade nunca foi, tinha tudo para dar certo, pois no início existia o Encanto do outro. A Liberdade de apenas Ser. E com o decorrer do relacionamento, os medos, a insegurança e os fantasmas que envolvem muitos relacionamentos é que sufocaram uma paixão, que poderia ser um Verdadeiro Amor.

Triste resultado do ego. Aquele que é movido pelo ego, que pensa que alguém lhe pertence, que não entende a individualidade, e que todos nascem e morrem sozinhos, e irão ficar consigo mesmos pela Eternidade. O que prova mais uma vez, que ninguém é de ninguém. Ninguém tem poder sobre o outro.

Seria tão mais fácil saber desfrutar dos bons momentos sem absurdas cobranças, entendendo o outro como ele é, respeitando seus anseios pessoais!
Você poderia dizer que se enganou a respeito e depois de algum tempo, percebeu a Verdadeira face do outro...
Será mesmo?
O interessante é que no início tudo era paixão, tudo era agradável, tudo era recíproco. E de repente, um distanciamento tamanho que mal se ouvem, estando unidos apenas pelo ego.
Vale à pena fazer cobranças?
Vale à pena medir um amor?
Vale à pena julgar o comportamento do outro?

Experimente tentar amar de maneira leve. Solte quando for preciso e proteja suavemente. Sendo sempre você mesmo! Se este amor de fato ‘for seu’, ele sempre ficará ao seu lado, se for embora, este voltará, e para sempre ao seu lado irá querer viver.
Por quê?
Porque esta pessoa ama a sua Essência. Seu jeito de ser, e não alguém que com o tempo mudou por ciúmes, cobranças e exigências sem sentido.


Do contrário, se ela não mais voltar, se ao seu lado não quiser ficar, é porque na verdade você nunca teve este amor.
Então, chegou o momento de prosseguir e viver um Verdadeiro Amor, tendo aprendido a lição de que: O que consome os relacionamentos de maneira excessivamente cansativa são as cobranças!
E isto serve para todos os relacionamentos, desde amizades, namoros e casamentos!
Deve-se respeitar o outro, assim como queremos ser respeitados.
Cobranças? Esqueça isso, seja apenas você, e o outro terá o prazer de sua companhia e jamais irá deixá-lo!

Pense nisso!


Muito obrigada.
Um beijo.
Gênice.


15 comentários:

Anônimo disse...

Gênice, muito linda e verdadeira, vou indicar esse blog, tudo bem? Vc escreve muito bem, parabens.Um gde abraco,Deize.

Anônimo disse...

Amore mio!
Que lindo!
Verdadeiro demais.
Na verdade quando a mulher se casa,veste a bendita da esposa,daí o casamento começa a ficar desinteressante,a mulher fica desinteressante.Porque já começam as cobranças,a querer controlar um a vida do outro, roubando o espaço e a privacidade do parceiro. Assim é com o homem também...se acomoda, e acha que o casamenteo é uma sociedade cheio de paradigmas.Está na hora de acordarmos, porque pra mim o casamento já está falido, me desculpem a sinceridade, o casamento em si somente não dá certo, não funciona 'legal', tem que ter o amor, a amizade,cumplicidade,ternura... e isso tudo está acabando, infelizmente.
Muitos acham que tem que ser o preto no branco, e tá tudo certo...o resto vem com o tempo...triste ilusão, é onde muitos,mas muitos casamentos vão de mal à pior.
Pensemos melhor em nossos relacionamentos, vamos ponderar certas situações.

Beijos...continue assim fofolete, é bem por aí mesmo.


(Suzana Vidigal)

Rodrigo on the Storm disse...

Muito bom! As pessoas complicam a vida, querem ter controle sobre tudo, quando tudo devia ser deixado fluir naturalmente. Quando se ainda têm medo e insegurança, temos que aprender com elas, saber ouvi-las, e não querer fugir da "verdade" passando por cima de tudo, até da individualidade das pessoas. Mais uma vez, muito bom o texto, preciso, inteligente e verdadeiro. Um abraço.

"Melhor ser alegre do que triste" disse...

Oi Gênice, adorei seu blog.

Mariangela disse...

É apenas uma questão de escolha...

Somos uma individualidade,
E, ao mesmo tempo, somos um todo,
Ninguém existe sozinho,
Mas sim se relacionando com o todo,
Com aqueles que nos cercam,
Com o ambiente que vivemos,
Com os acontecimentos do dia...

Assim, em qualquer relacionamento com pessoas,
Marido e mulher, familiar, profissional, amizades,
Ou mesmo no simples encontro de um dia,
É nossa imaginação que determina o futuro da relação.

Se houver paz em nossa mente,
Criaremos um relacionamento de amor,
Leve, puro, verdadeiro...
Mas se houver cobrança,
Criaremos um relacionamento de dor,
Pesado, ilusório, falso...
Pra que cobrar?
Pra que sofrer?
É apenas uma questão de escolha.

O nosso relacionamento com o ambiente também reflete nosso interior.
Podemos estar num ponto de ônibus e nos torturar com a sua demora,
Ou podemos relaxar e agradecer, certos de que ele virá.
Pra que se torturar?
Pra que sofrer?
É apenas uma questão de escolha.

Assim também nos acontecimentos do dia a dia.
Se o pneu do carro furou, podemos ficar irritados,
Ou podemos aceitar o fato, certos de que foi para o nosso bem.
Pra que se irritar?
Pra que sofrer?
É apenas uma questão de escolha.

Um beijo gostoso,
Mariangela.

Bárbara disse...

Isso tudo é a mais pura verdade e por me sentir sufocada procurei no Google e "achei vc", valeu, isso foi quase uma força para eu seguir e tentar recuperar o meu rlacionamento. Pena que ja dei varios toques sobre esse sufocamento em que vivo e o meu amor nao se da conta...

daianne disse...

vou indicar pro meu namorado!
Que é muito ciumento e possessivo!
meu sinto com um bicho enjaulado que nao tem pra onde ir! e quando esta solto fica com a coleira e uma corrente presa no pescoço pra que o dono leve onde ele bem entende!
Eu o Amo mas nao aceito mais essa situação na minha vida!
Meu nome éDaianna tenho 22 anos e sou universitaria!
trabalho e sou independente!
Não precisa ser assim!

Anônimo disse...

victoriasa acquiring gaps spreads grindekso poetics exhibitions naylor aluvia media colored
semelokertes marchimundui

cybercerebro disse...

Simplesmente excelente! Parabéns!

Anônimo disse...

Estou vivendo esse momento, depois de 3 anos de relacionamento as coisas não andam bem. Primeiro começou as cobranças de comportamento, disse que era um cara frio, mas não sou, sou calmo e procuro resolver as coisas com uma boa coversa, cada um tem seu temperamento, depois começou a cobrança pela atitudes de noivado e casamento, acho que tudo tem seu tempo, agora quer que eu não leve uma vida dupla, ou seja, que eu viva como se estivesse casado com ela e que não viva a vida com minha familia. Estou me sentido sufocado, e , apesar de gostar dela creio que essas cobranças sejam para encobrir suas falhas no relacionamento, estou divido entre ficar e continuar...

Anônimo disse...

Eu me casei sem fazer expectativas sobre os casamento ou mesmo sobre a pessoa com quem me casei, afinal, a vida entre "dois sujeitos" (pessoas) é tão subjetiva que, prefiro simplesmente, conviver. Entretanto, meu marido entrou numa maré de cobranças que, sinceramente, estou cansada dele... Tentei,(durante sete anos) dizer a ele o que sinto e penso em relação e esse comportamento "pai" dele, mas, cansei. Ele não sabe ainda, mas, estou me preparando para alçar "outros voos" Eheheheh! Estou terminando o curso de direito e me preparando para voltar ao mercado de trabalho especializada. Assim, poderei oferecer a ele o "espaço" que ele me pediu durante todos esses anos e ainda levarei meus dois filhos (um amor que eu não abro mão)... Vou deixá-los a sós ele com ele mesmo. Pois é, o meu jeito de ser é muito importante para mim, ele realmente, não tem que entender isso e por mim, tudo bem. Beijão a você e seus
seguidores!

Gênice Suavi disse...

A vc... que fez o último comentário deste post: Desejo sorte e sucesso em sua nova trajetória de vida.
Agradeço pela leitura e pelo comentário, e que DEUS abençoe sua vida e a de seus dois filhos, oferecendo-lhe o que há de melhor na vida, claro, que sabemos que tudo é de acordo com nosso merecimento.
Convido-a a ler também o artigo que fala sobre decisão, neste mesmo blog...
4 PASSOS PARA TOMAR UMA DECISÃO...

Grande abraço e um beijo na alma..
Obrigada.

Anônimo disse...

Muito bom o texto.
A cobrança mata.
Quando num relacionamento, um olha de cima para o outro, já está acabado.
Pelo olhar se pode ver.

Mas com essas dores e provas tão duras, a gente vai descobrindo a si mesmo.

Abração e boa sorte.

Daniel

Anônimo disse...

É né... a cobrança destroi o relacionamento...
As vezes as mulheres sao ciumentas ao extremo ou o homem, a questao de tudo é que nao tem mais respeito por ai e nem amizade verdadeira, onde os outros individuos não querem saber se o outro possui algum vinculo com outro etc.. E nisso sem antes pensar, começa despertar uma pequena dose de tudo que faz falta na vida do outro causando ciumes, e tudo que vai levar a cobrança do outro(exemplo: aonde vc estava? com quem estava falando?). Ai é que vem a desconfiança né, pessoas ao redor nao querem saber se tentar algo com alguem vai arruinar ou vai ser apenas um lance ou seja la o que for... eu digo isso pq eu queria o minimo de atenção da minha esposa, e ela nunca tem tempo e o tempo que tem é pra me xingar falar que sufoco ela. Ela começou ver outras pessoas na faculdade e começou ver outras mentalidades e simplesmente descarta a pessoa que acompanhou ela 4 anos e agora ela começa ver defeitos que na epoca do inicio do relacionamento nao existia onde estava tudo perfeito e fantasiar erros que nunca existiram. Realmente, pra mim oq consome o relacionamento é quando alguem tira o outro de prioridade ... ai começa toda a mer%@.. ciumes, desconfiança, sufoco pq nao da atenção, em ambas partes, pq um nao ve o lado do outro de cima pra baixo que nem postaram ai...ai Acaba mesmo, e o pior de tudo é quando se tem um filho envolvido(meu caso) luto pela familia, defendo pai e mãe juntos, lutar nao é forçar o amor, é ter os mesmos propositos como familia marido e mulher.

... a mãe do meu filho me indicou esse blog dizendo que sou obbsessivo no relacionamento, que segundo ela ja acabou (pra ela) mas pra mim nao, e nao estou com ela por causa de grana, nem pq ela não é gostosa pelo que dizem, esta palida por nao saber se alimentar e etc.. mas pra mim é a mulher ideal que realmente quero evoluir ao lado dela! entao assim, enxergar as coisas e ser humilde como ser humano e buscar evoluir não é um dever só meu... sim de todos, se for pra começar algo sabendo que já é complicado, nem começa. Muito facil desistir e começar a vida com outro relacionamento. Ai se agente ''aceita'' o outro nao querer nada e não luta, o relacionamento acaba, se ''nao aceita'' com a vontade do outro e fica fazendo coisas minimas(oi, bom dia, tudo bem? Fez o que de bom hj?) ai ja somos obssessivos.
O pior que esse tipo atitude onde esta sendo colocada a obsessao dela em não querer e sempre ser obsessiva em querer achar uma falha pra falar que sou obssessivo gera um atrito forte. Ai vem né.. oq é melhor? cada um seguir um caminho? lutar por isso? continuar nesse barco ou pular na agua e nadar até achar outro lugar? realmente.. o ser humano tem que evoluir muuuuito rs.. muito mesmo, entendo que não existe posse no relacionamento, pois somos seres humanos nao temos codigo de barra ainda rs

Obrigado, gostei sim do blog, desculpa qualquer coisa, qualquer desabafo seria mera coincidencia ta kkk abraço Genice

Rodrigo

Anônimo disse...

É né... a cobrança destroi o relacionamento...
As vezes as mulheres sao ciumentas ao extremo ou o homem, a questao de tudo é que nao tem mais respeito por ai e nem amizade verdadeira, onde os outros individuos não querem saber se o outro possui algum vinculo com outro etc.. E nisso sem antes pensar, começa despertar uma pequena dose de tudo que faz falta na vida do outro causando ciumes, e tudo que vai levar a cobrança do outro(exemplo: aonde vc estava? com quem estava falando?). Ai é que vem a desconfiança né, pessoas ao redor nao querem saber se tentar algo com alguem vai arruinar ou vai ser apenas um lance ou seja la o que for... eu digo isso pq eu queria o minimo de atenção da minha esposa, e ela nunca tem tempo e o tempo que tem é pra me xingar falar que sufoco ela. Ela começou ver outras pessoas na faculdade e começou ver outras mentalidades e simplesmente descarta a pessoa que acompanhou ela 4 anos e agora ela começa ver defeitos que na epoca do inicio do relacionamento nao existia onde estava tudo perfeito e fantasiar erros que nunca existiram. Realmente, pra mim oq consome o relacionamento é quando alguem tira o outro de prioridade ... ai começa toda a mer%@.. ciumes, desconfiança, sufoco pq nao da atenção, em ambas partes, pq um nao ve o lado do outro de cima pra baixo que nem postaram ai...ai Acaba mesmo, e o pior de tudo é quando se tem um filho envolvido(meu caso) luto pela familia, defendo pai e mãe juntos, lutar nao é forçar o amor, é ter os mesmos propositos como familia marido e mulher.

... a mãe do meu filho me indicou esse blog dizendo que sou obbsessivo no relacionamento, que segundo ela ja acabou (pra ela) mas pra mim nao, e nao estou com ela por causa de grana, nem pq ela não é gostosa pelo que dizem, esta palida por nao saber se alimentar e etc.. mas pra mim é a mulher ideal que realmente quero evoluir ao lado dela! entao assim, enxergar as coisas e ser humilde como ser humano e buscar evoluir não é um dever só meu... sim de todos, se for pra começar algo sabendo que já é complicado, nem começa. Muito facil desistir e começar a vida com outro relacionamento. Ai se agente ''aceita'' o outro nao querer nada e não luta, o relacionamento acaba, se ''nao aceita'' com a vontade do outro e fica fazendo coisas minimas(oi, bom dia, tudo bem? Fez o que de bom hj?) ai ja somos obssessivos.
O pior que esse tipo atitude onde esta sendo colocada a obsessao dela em não querer e sempre ser obsessiva em querer achar uma falha pra falar que sou obssessivo gera um atrito forte. Ai vem né.. oq é melhor? cada um seguir um caminho? lutar por isso? continuar nesse barco ou pular na agua e nadar até achar outro lugar? realmente.. o ser humano tem que evoluir muuuuito rs.. muito mesmo, entendo que não existe posse no relacionamento, pois somos seres humanos nao temos codigo de barra ainda rs

Obrigado, gostei sim do blog, desculpa qualquer coisa, qualquer desabafo seria mera coincidencia ta kkk abraço Genice

Rodrigo